Banner
Banner
Banner
Banner
Judô
Judô: Gaúcha Mayra Aguiar volta aos tatames e conquista ouro no GP de Cancún
Notícias - Judô
Ter, 20 de Junho de 2017 12:23
Medalhista olímpica voltou a competir depois do bronze nos Jogos Rio 2016 e foi campeã ao lado do pesado David Moura
alt

Dez meses após conquistar sua segunda medalha olímpica nos Jogos Rio 2016, a gaúcha Mayra Aguiar voltou a brilhar nos tatames e levou o ouro do Grand Prix de Cancún neste domingo (18.06) em sua primeira competição na temporada 2017. Ela derrotou a cubana Kaliema Antomarchi, por wazari, na semifinal, e a britânica Natalie Powell na final, por ippon. Mesmo desempenho de David Moura no pesado masculino, que venceu Arash Soofiani (USA) e Alex Garcia Mendoza (CUB) para levar o quinto ouro brasileiro no México e colocar o país na liderança do quadro geral de medalhas, com cinco ouros, duas pratas e um bronze.


"Primeira competição depois das olimpíadas. Estou muito motivada para os próximos desafios e só tenho a agradecer a todos que fizeram parte dessa conquista. Muito obrigada por todo suporte, carinho e motivação. Bora treinar que tem muita coisa boa ainda pela frente", projetou Mayra.


Na sexta-feira, Gabriela Chibana (48kg) foi campeã, enquanto Phelipe Pelim (60kg) e Sarah Menezes ficaram com a prata (52kg). Essa foi a primeira medalha da campeã olímpica de Londres 2012 no meio-leve desde que subiu de categoria.


No sábado, segundo dia de competições, Marcelo Contini (73kg) e Ketleyn Quadros (63kg) também subiram no lugar mais alto do pódio e Victor Penalber (81kg) conquistou o único bronze do Brasil na disputa.


Larissa Pimenta (48kg), estreante na seleção principal, Barbara Timo (70kg), Rochele Nunes (+78kg) e Luciano Corrêa (100kg) chegaram às disputas de bronze, mas terminaram em quinto lugar.



Texto:
Comitê Olímpico Brasileiro (COB)

Foto: Alaor Filho/AGIF/COB

 
Tiago Camilo e Yane lideram atletas no Ciclo Tóquio 2020
Notícias - Judô
Qui, 20 de Abril de 2017 11:08
Comissão de Atletas do COB busca mais atletas
alt

Ippon! Tiago Camilo conquistou mais uma vitória em sua carreira já consagrada pela prata nos Jogos Olímpicos Sydney 2000 e pelo bronze em Pequim 2008. O judoca foi eleito por seus colegas como presidente da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (COB) que atuará no ciclo olímpico que se encerra em Tóquio 2020. O judoca terá como vice-presidente Yane Marques, bronze em Londres 2012 no pentatlo moderno.


A decisão foi tomada nesta terça-feira, dia 18, por aclamação entre os 12 atletas presentes na primeira reunião da comissão, realizada na sede do COB. Além da presidência da Comissão, o cargo garante a Tiago um lugar na Assembleia do COB neste quadriênio.


“Venho de uma modalidade com uma comissão de atletas estruturada e vou trabalhar para que esse modelo seja colocado em prática em todas as confederações. Precisamos aproximar o atleta da organização do esporte. Estou muito feliz e espero que, depois dos quase 20 anos de experiência adquiridas em toda minha carreira esportiva, eu possa retribuir com alguma coisa em prol dos atletas. O objetivo de toda instituição esportiva são os atletas. Precisamos de novas ideias e possibilidades”, afirmou o campeão mundial em 2007, Tiago Camilo.


Doze dos 19 atletas da comissão compareceram à reunião: Fabiana Murer (atletismo), Yane Marques (pentatlo moderno), Tiago Camilo (judô), Poliana Okimoto (maratona aquática), Fabiano Peçanha (atletismo), Emerson Duarte (tiro esportivo), Bruno Mendonça (hóquei sobre grama), Hugo Hoyama (tênis de mesa), Iziane Marques (basquete), Isabel Clark (snowboard), Emanuel Rego (vôlei de praia) e Isabel Swan (vela).


Completam a comissão Arthur Zanetti (ginástica artística), Beatriz Futuro (rugby), Duda Amorim (handebol), Fabi Alvim (vôlei), Hortência Marcari (basquete), Marcelo Machado (basquete) e Thiago Pereira (natação).



Texto: Comitê Olímpico Brasileiro (COB)

Foto: Divulgação/COB

 
Seleção Gaúcha sênior de judô disputa Brasileirão neste fim de semana
Notícias - Judô
Qui, 22 de Setembro de 2016 15:41
alt


O Rio-2016 já é passado. O foco, a partir de agora, é em Tóquio-2020. E com o pensamento voltado ao Oriente, berço do judô, que mais de 200 atletas de todo o país se enfrentam no Campeonato Brasileiro sênior, neste fim de semana, em Lauro de Freitas, na Bahia. A Seleção Gaúcha terá 16 representantes.


Tanto quanto a medalha, o objetivo dos atletas é garantir a vaga na primeira seletiva para a Seleção Brasileira no novo ciclo olímpico – que deverá ocorrer no fim do ano. Ou seja, a vitória no Brasileirão garante o direito a lutar por uma vaga na equipe que disputará pontos no ranking internacional, principal critério para convocação olímpica.


A Seleção Gaúcha já está definida há um mês. Os 16 integrantes do time foram definidos durante a Super Copa Gramado, etapa do circuito estadual de judô. O grupo, em sua maioria, é formado por atletas da Sogipa, e também conta com representantes de GN União e Kiai – as três líderes do circuito no Rio Grande do Sul. Eles serão orientados pelos técnicos Antônio Carlos Pereira, Daniel Pires, Alexsandro Bauer e Rafael Garcia.


O grupo tenta melhorar a excelente campanha de 2015, quando, com 12 atletas, a equipe faturou 11 pódios. Ana Paula Amorim e Diego Santos, que estavam na equipe no ano passado, tentarão o bi consecutivo. Quem também tentará o bicampeonato é Milena Mendes. A judoca sogipana foi campeã em 2014, mas não lutou em 2015 por um motivo especial: tornou-se mãe. Agora, já retomando os treinamentos, ela volta à equipe com objetivo de recuperar o espaço na Seleção.


“Temos uma equipe experiente e competitiva para o principal evento do ano para eles”, atesta o presidente da Federação Gaúcha de Judô, César Cação. “Um bom resultado pode significar o primeiro passo rumo à disputa por uma vaga num ciclo olímpico especial, pois é o sonho de todo o judoca competir no local onde o judô nasceu.”


Seleção Gaúcha sênior:


44kg: Ana Paula Amorim (GN União)

48kg: Jennifer Nascimento (Kiai)

52kg: Milena Mendes (Sogipa)

57kg: Manoella Braga (Sogipa)

63kg: Camila Zeferino (GN União)

70kg: Aine Schimidt (Sogipa)

78kg: Nathalia Parisoto (Sogipa)

+78kg: Rochele Nunes (Sogipa)


55kg: Marcos Batista (GN União)

60kg: Raphael Minoru (Sogipa)

66kg: Diego Santos (Sogipa)

73kg: João Pedro Macedo (Sogipa)

81kg: Rafael Macedo (Sogipa)

90kg: Henrique Minikowsky (Sogipa)

100kg: Renan Nunes (Sogipa)

+100kg: João Marcos Cesarino (Sogipa)



Texto: Tiago Medina/FGJ

Foto: Telma Cunha / FGJ

 

TRAVINHA TV

Banner
Banner

Newsletter


Fotos



Copyright © 2017 Travinha Esportes. Todos os direitos reservados.